sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Cada vez dou menos razão à médica maluca!

Faltava meia-hora, uma simples meia-hora para sair! Entro na recepção, dou de caras com um dos seguranças do meu local de trabalho "tirado en el suelo", camisa aberta, com cara de aflito, suando...de volta dele já estavam dois colegas meus e o outro segurança. Andava tudo às aranhas sem saber o que fazer, super nervosos, mas tentando ajudar. Chamaram a ambulância. No meio de isto tudo mantive-me calma, aliás como acho que é normal em mim.

Lembrei-me outra vez de uma parva de uma médica que uma vez, ao olhar para o meu electrocardiograma e para a minha pessoa (é certo que cheguei atrasada e como ia a mil à hora, não parava de falar),me disse:

" - Vejo que tem um pouco de hiperactividade...aconselho-a a inscrever-se em aulas deYoga para relaxar, ser mais tranquila...combater um pouco essa energia excessiva."

Como????? Hiperactividade??? Yoga??? Nem que me paguem!!! Que chatiche, que aborrecimento, com que neura sairia!!! Quem tem paciência para essas coisas? Música de adormecer e movimentos de pesadelo em que ficas toda torcida??? Naaa...

Ela deve ter visto todos estes pensamentos expressados em 5 segundos na minha cara e disse-me:

" - Hum, fazia-lhe bem...mas pelo que vejo sairia mais stressada do yoga.Pronto deixe lá, tente fazer exercício que lhe ajude a relaxar-se e a gastar essa energia."

E receitar-me umas massagens não?????

Isto para dizer que não preciso cá de yoga para ser calma! E no final, o compañero ficou bem. Paragem de digestão, como eu até tinha sugerido...

1 comentário:

I disse...

até que enfim, a sério, até que enfim alguém com a mesma opinião que eu.
E mesmo nas massagens, ao fim de meia-hora já estou com bicho carpinteiro.
Não é hiperactividade, é ginástica rítmica e dança a correr no sangue. )