quinta-feira, 21 de agosto de 2008

A deitar fumo pelas ventas!

Hoje aproveitei para ir ao banco. Ao contrário daí, fui sugadita sem esperar que uns malvados quaisquer me fizessem refém e tardasse a sair de lá. Pronto, fui mesmo sem a emoção do perigo. Mas enganei-me, que o perigo aqui espreita a cada esquina e malvados há por todo o lado!
Saí do banco já a deitar fumo pelas ventas, já que me cobraram 15€ por uma porcaria de um Certificado de Não Residente que nem sequer tinha pedido, ao qual lhes respondi com um sonoro "Eso es discriminación!". Passando à frente, que esta história é muita longa (já me ando a debater com isto desde Abril) e difícil de explicar, tinha o belo do carrito aparcado mesmo em frente ao banco. E eu juro que até sou cumpridora, ah pois sou, mas como o raio do carro estava mesmo em frente e yo no tenia monedas...
Saio, vejo um papel, reajo com naturalidade, como se não fosse nada. Mas tenho que o tirar dali para ver o que é...saco-o e vejo assim de uma mirada...50€...Ãh??? 50€, quê?? Ah tá claro! Era mesmo o que me faltava!! Um raio de uma multa que um palhaço me tinha passado! Na minha terra esta gente tem um nome: Bron...Cabrón!

2 comentários:

Anabela disse...

Pois eu também ficaria danada se isso me acontecesse, ainda por cima em Espanha.PALHAÇOS!
Mas eu teria chamado: uta....ilho da uta! Sabes que tenho este problema: Sou fanhosa (LOL)

Patrícia disse...

Bem...essa ida ao banco correu mal ah??!!!
Quase de férias não miga!!!
Porca!!!!!!!!