quinta-feira, 26 de abril de 2012

Feria de Sevilla

É sempre por esta altura que se realiza La Feria, como se diz por ali. Durante todo o ano há muita preparação, ansiedade e entusiasmo para que chegue a semana de divertimento, costumes e tradições. É altura de férias para muita gente e de gastar rios de dinheiro nesta semana. Todos os anos existe uma nova portada que dá as boas vindas aos visitantes. E como é sempre linda e imponente!

A portada 2012

Temos também las chicas sevillanas que se ponen sus vestidos y se quedan muy muy guapas. Impressionante como são realmente lindas de morrer e como dançam tão bem. Normalmente entra-se en las casetas (a maioria por convite ou por associação a algum clube, apesar de existirem algumas que são chamadas comunitárias)


Grupo de sevilhanas na Feria de Sevilla

Las casetas

Existem demonstrações e passeios a cavalo por toda a Feira. As famílias mais endinheiradas podem mostrar a beleza dos seus cavalos e vão parando na "sua" caseta para irem comendo e bebendo sempre em cima do seu caballito. Também se pode alugar um passeio pela Feria. Mas é carito...



Para além de toda a música espalhada pelo imenso recinto, cores, animação, divertimento, entusiasmo e cultura enraizada em cada coração, temos o mais famoso Rebujito. É uma bebida tradicional que se prepara com uma mistura de vinho de manzanilla e um refresco gasoso, como por exemplo a 7-Up. E gelo, muito gelo. É óptimo e fresquinho. Quase não se nota que o bebemos...até à altura em que temos que nos levantar para ir bailar!

Rebujito
Este ano não fui. Mas tive o privilégio que a conhecer 3 anos seguidos, de a viver como se fosse da terra. Trajei-me a rigor, "tentei" aprender sevilhanas (fiquei-me pela primeira), comi muitas tapas e bebi muito rebujito. Não encontro as fotos...Mas é realmente um acontecimento em grande e ao qual os andaluzes dão grande imporància. Grande Feria de Abril! Apressem-se, termina já no domingo.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Após anos passados...

Reencontrei uma boa amiga de infância. Os nossos caminhos seguiram trajectos diferentes, não perdemos totalmente o contacto, mas a proximidade sim.

E ontem foi tão bom voltar a revê-la! Foi fácil voltarmos a ter a mesma ligação que tínhamos, a mesma cumplicidade, o mesmo à vontade. Foi bom vermos juntas fotos de quando tínhamos 4, 5, 11 e 16 anos. Foi bom redescobrir que realmente tivemos um papel tão importante na vida uma da outra. Foi giro descobrir por ela que na preparatória tive um "stocker" (apesar da inocência da idade). Pelo que parece, ele tirava-me fotos e pedia à mãe que trabalhava numa loja de fotografia para revelar.
Foi entusiasmante ver o seu novo amor, a E. Tão linda, pequenina e simpática!

Foi tão bom!! Tenho a certeza que não nos vamos voltar a perder. Certezinha, certezinha!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Camarões

Ontem vejo o meu Ninja dedicado ao aquário que temos cá em casa. Ouço-o dizer:

- "Eh pá, os peixes já me comeram outro camarão! "#r#$!

Começa a dedicar-se à limpeza do mesmo, até que mete as mãos dentro da água. Volto a ouvi-lo:

-" Ah....o camarão cozeu!!!!!!!! "

Tinham que ver a cara dele. Eu só não me atirei para o chão a rir porque com esta barriga não dava muito jeito.

Pelos vistos a água aqueceu demasiado e àquele camarão, coitado, não lhe correu bem a cena da sauna. Ahahahah!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Orgulho em ser polícia

Hoje recebi no meu email este texto não identificado. Alguém que como muitos outros ainda tem orgulho em ser polícia e ainda sente que é útil para a sociedade apesar de muitas vezes não ser respeitado. Leiam:

"EU, SOU POLÍCIA, ORGULHOSAMENTE!

... No passado dia 11 de Fevereiro, decorreu um pouco por todo o país,
uma marcha/concentração de cidadãos devidamente enquadrados por uma
frente sindical, que em plenos pulmões gritavam contra o fantasma do
endividamento, a famosa crise e suas maleitas.

A mim, foi-me confiada a missão de zelar por estas mesmas pessoas e ao
mesmo tempo fazer por que tudo corresse dentro daquilo que tantas
vezes se ouve falar, a liberdade democrática.

E assim foi, como sempre, mas não para sempre, dentro do espírito
sereno da malta Tuga, lá fomos indo desaguar na Praça do Povo, outrora
conhecida por Praça do Comércio, cantando, berrando e mandando umas
asneiradas, enquanto pelo canto do olho, alguns davam uma mirada Tuga
a uma ou outra menina, enquanto emborcavam uma imperial à pressa
porque não podiam largar o cartaz muito tempo.

Dentro daquilo considerado normal.

Discursos, apupos, vaias e aplausos, termina a parte oficial.

Eis senão quando, foi-me dada a ordem de recolher o pessoal, visto que
o evento estaria na sua fase de rescaldo. Assim, juntei a malta e
devidamente enquadrados, deslocamo-nos para a nossa viatura para que
pudéssemos trincar uma bucha.

Nesse mesmo deslocamento, há um gajo, que encoberto pela multidão,
grita ??vão trabalhar seus chulos? Parasitas? Filhos da puta?
Fascistas? Cabrão!

Pensei eu: -Devias-me dizer isso lá no café, na folga, ou no tempo dos
cowboys lá no faroeste, paneleiro, covarde!

Ignorei e dei ordem para ignorar, fomos à bucha. A minha sandes devia
estar estragada, caiu-me mal? Eu sei que agora é tarde, mas mesmo
assim a esse covarde e outros que para aí andam, tenho duas ou três
coisas para vos dizer, cá vai:

..Vão trabalhar?????

Os chulos, ganham 780€ por mês, trabalham 45 horas por semana que se
às quais somarmos os gratificados passam para 60, isso, 60 horas
semanais.

Os parasitas, trabalham os feriados todos, sim, todos sem direito a
compensação, as noite e os fins de semana sem direito a qualquer
pagamento de hora nocturna, na chuva no sol, no frio no calor e por aí
fora.

Os Filhos da Puta, depois de saírem de serviço, vão para tribunal com
o bêbado que podia muito bem atropelar a tua família toda quando
saíste para ir jantar e celebrar uma merda qualquer que te tenha
acontecido.

Ficam no trabalho a acabar o expediente que vai de manhã para
tribunal, com o bando que assaltou à mão armada, ou com o que roubou,
matou, assaltou a farmácia, a ourivesaria, o carro, o puto que vinha
da escola, a velha no autocarro, o camone no eléctrico e por aí fora,
que por mim, podias ser tu, a tua mãe, o teu filho o teu irmão, que o
trabalho seria feito de igual forma.

Os fascistas, chamam o reboque quando não consegues sair com o carro,
quando um como tu, abusa da sua liberdade e deixa o carro mesmo na
saída da garagem. Entendes este conceito de liberdade?

Penso que sim.

Os chulos abrigam e protegem a mulher, as crianças que levam porrada
de um esterco qualquer, só porque lhe apetece e leva-o a tribunal, na
hora de folga.

Os parasitas, entram em casas em chamas, enfrentam armas de fogo,
embrulham-se á facada, perseguem a grandes velocidades, lidam com todo
o tipo de doenças, correm na direcção oposta quando todos os outros
fogem dali para fora.

Os chulos saíram do seu seio familiar e social e deslocaram-se, alguns
para mais de 400km de casa, deixando tudo para trás, para fazer vida
de forma honrada sempedir nada a ninguém. Sem pedir nada a ninguém,
sabes o que isso é?

Os parasitas, vivem num estatuto aprovado há mais de dois anos e
regem-se pelo estatuto antigo, não conseguem passar um fim-de-semana
inteiro com a família esperam 12 anos por uma promoção (única na
carreira de 36 anos) e se quiserem algo mais, concorrem 1300 para 50
vagas.

Aqueles que insultaste, têm família, trabalham duro, são esforçados e
honrados e são montes de merda como tu que colocam isso em causa?

Não! Definitivamente não! Estes mesmos Homens e Mulheres apoiam os
idosos que alguém como tu abandonou ao consumo do esquecimento,
levam-lhe as compras, mudam-lhe a garrafa do gás e dão-lhe a medicação
apenas em troca de um olhar grato, e isso sim, justifica tudo.
Tu apareces quando tudo acaba, para vir buscar o ouro e ficar com as
chaves de casa. E nós é que somos os chulos!

Aqueles que olhas com desprezo sabem um pouco de tudo, são Padres,
Juízes, Médicos, Socorristas, Bombeiros, Rambos, Psicólogos,
Professores, Mecânicos, e se somares isto tudo e mais qualquer coisa
tens um Polícia.

Quando é que vais perceber que só falas em liberdade porque nós existimos?

Quando é que vais entender que tipos como tu são a razão da minha
existência enquanto profissional. Se nós não existíssemos, ias à
praia? Ao futebol?
Jantar fora? Deixavas o teu filho ir à escola?
Quer-me parecer que não.

Será que não entendes que ao insultares-me, estás a insultar aquilo
que és, um homem livre?

Tudo isto funciona com combustível que com certeza encontrarás em
abundância num qualquer Homem ou Mulher de farda: Abnegação,
Generosidade, Espírito de Sacrifício e Altruísmo.
Googla estas palavras e saberás a definição, bom era que aprendesses o conceito.

Já hasteei a minha Bandeira à chuva, já a arreei ao som do clarim, já
representei a minha Mui Nobre Nação, já chorei a cantar?

A Portuguesa?

Caso não saibas, é o título do nosso hino, conheço muitos Homens e
Mulheres que cozeram a nossa Bandeira no braço que fazem de ti uma
cabeça de alfinete num mundo de cabeçudos.
A minha farda é rica em sangue suor e lágrimas, minhas e de tipos como
tu, que quando precisam, ao ver-me encontram refúgio e protecção.
Olha, o meu Pai nunca me deu um carro, nem me pagou a universidade,
mas deu-me coisas sem preço, entre elas, o valor de um Não, Educação,
Humildade e Espírito de Luta.
EU, SOU POLÍCIA, ORGULHOSAMENTE!

E TU, O QUE É QUE TU JÁ FIZESTE PELO TEU PAÍS?"

Explicação do post anterior

Pois que não é normal, pois que não é. Mas para quem tem (ainda...) de tomar Nausef's à noite para não vomitar de manhã, saberá do que falo.

Aqueles piquenos comprimidos parecem inofensivos, redondinhos, branquinhos, cutchi cutchi. O que é certo é que passados 15 minutos de os tomar, não consigo sequer balbuciar o meu nome, nem abrir a boca sequer. O cérebro manda mas o corpo não responde.

Assim que, normalmente quando vou (as tais cinquenta mil vezes) à casa-de-banho vou em modo zombie e quanto mais depressa me despachar da casa de banho, menor a probabilidade de adormecer na sanita!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Cúmulo da organização

É deixar papel higiénico cortado e organizado em cima da borda da banheira para as cinquenta mil vezes que vou à casa de banho fazer chichi durante a noite.

O meu Ninja nem queria acreditar... :)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

UAU!!!

Tenho que ser justa e dizer:

"NÃO vão à Segurança Social de Almada! Tudo uma cambada de frustradas que sempre foram funcionárias públicas convictas do seu postozinho e que não ajudam a avançar o país em nada!"

Pois que mudei de Segurança Social e menos de 15 dias depois da minha visita, para além de ter saído de lá com a explicação correcta e surpreendida com a simpatia e atenciosidade da senhora, vejo agora a luz ao fundo do túnel para a resolução da minha situação!

Não antes claro de me terem chamado a uma inspecção médica para verem se estava mesmo grávida ou se andava no faz de conta... mas por fim, vejo luzinha! Uhuh luzinha!!

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Não vos disse????

"#%&!" Enquanto estava a escrever o outro post, o meu gato colocou-se mais uma vez sentado à porta do meu quarto e a olhar sei lá para onde! Não mexe uma pata, uma orelha, não avança nem para a frente nem para trás. E pronto ali está feito múmia do Egipto! Arrgh!

Visita à CUF

Pois que, como vos tinha dito, esta semana visitámos a CUF. Instalações acolhedoras (dentro do que um Hospital pode ser), pessoal simpático e atencioso. Vimos quartos, bloco de partos, serviço de neonatologia, berçário, serviço de registos.

O que mais gostei foi ver um pai...completamente desnorteado. :) Sai por uma porta todo equipado - ele era bata, touca, máscara, "soquetes" verdes - e vê-se que está apardalado.
 Será que já foi pai? - pensei. Mas continuou tresloucado a tentar uma porta, depois outra e mais outra e mais outra, até que uma senhora o chamou para ainda uma outra porta. Lá foi ele. A senhora que nos acompanhava acabou por explicar. Era um pai cuja mulher esteve a ser preparada para cesariana e foi-lhe pedido que saísse enquanto a epidural era administrada. Quando voltou ia assim, perdido, perdido.

Também nos explicaram que os pais assinam um termo de responsabilidade para assistir ao parto. Assim se cairem para o lado, azari!! "Responsabilizas-te-te agora aguenta aí no chão frio que a tua mulher está a parir!!!"

E foi isto. Espero que o meu Ninja não descambe. É muito fortinho e tal, já viu muita coisa e está habituado a cenas mirambulantes. Agora quando é com os nossos...

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Olá...?

Já me passo um bocado quando os meus gatos de repente se levantam e ficam a olhar fixamente para uma zona da casa. O Blacky chega vezes sem conta à porta do meu quarto e fica a olhar para o vazio, parado, ali à porta.

Hoje quando me levantei fui à sala, levantei a persiana e quando estava afastada, afastadinha do comando, a televisão acendeu-se. WTF???? Também não é a primeira vez que acontece...O meu Ninja diz que eu tenho uma energia estática qualquer que "lixa" qualquer coisa que seja electrónica (carros, computadores, telemóveis, comandos que deixam de funcionar...televisões, rádios e dvd's que se ligam sozinhos...sempre SÓ comigo).

Eu também prefiro pensar assim...mas por sim por não, vou só ali fazer uns bolinhos para deixar um pratinho em cima da mesa com uma mensagem: "Sirvam-se! Amiga em missão de paz". Medo...